sábado, 18 de setembro de 2010

Por que a vida é tão complicada?


Certa vez um garotinho perguntou ao pai porque as coisas eram tão complicadas e o homem respondeu:

“Simples, as mulheres complicam nossa vida.” O menino não se contentou com a resposta e foi perguntar pra mãe, esta lhe respondeu:

“Porque é assim que é e ponto.” Essa também não agradou ao menino que movido pela curiosidade perguntou ao padre e obteve uma resposta:

“Porque Deus quis assim, meu filho”. Depois movido pela sede do conhecimento e não se contentando com as respostas perguntou a professora e ela lhe respondeu:

“As coisas só são complicadas pra quem não se esforça o suficiente, você se esforça o suficiente?”. Ainda muito pensativo e sem obter sua resposta o menino perguntou ao filosofo eis que esse lhe respondeu:

“A vida, meu filho, tem seus altos e baixos. E para cada desafio existe uma solução a ser descoberta, a vida é difícil para nos ensinar a superar os desafios.” Ele pensou sobre essa resposta, mas ainda não conseguia entender o porquê das coisas serem tão complicadas, então resolveu pensar por ele mesmo.

O menino foi até um vasto campo com poucas arvores e sentou-se a sombra de uma delas, pensando sobre as perguntas e as respostas ele expôs sua mão a luz do Sol que passava por entre as folhas e estudou o brilho ali, pouco depois uma borboleta colorida pousou em seu dedo e ele olhou-a:

“Estou eu aqui pensando na minha vida difícil e em coisas complicadas quando tudo é tão simples... As coisas não são complicadas por causa de Deuses, mulheres ou falta de esforço, as coisas são complicadas pois as coisas que são fáceis não tem graça. Afinal, é muito mais divertido escalar a arvore de jabuticabas do vizinho do que as figueiras com parapeitos dos parques. Superar as dificuldades nos faz parecer mais fortes, entender coisas complicadas nos faz sentir inteligentes, mas somos tão burros que não percebemos que no fim nada é tão complicado quanto parece, são esses adultos donos da verdade que complicam a vida. Quão bom seria se todos pudessem superar seus medos de encarar a verdade de que no fim ninguém sabe de nada realmente. Se quando não soubermos uma resposta falássemos apenas ‘não sei’ e procurássemos uma resposta tudo pareceria bem menos complicado. A vida é simples do seu jeito complicado.” Foi assim que ele descobriu que é na singularidade das coisas simples que encontramos as respostas pras perguntas mais dificeis.

Dai em diante o menino cresceu e aprendeu a fazer suas próprias descobertas e a não se contentar com meias respostas. Ele cresceu, mas nunca se esqueceu do que aprendeu na infância, nunca esqueceu como as coisas mais complicadas são na verdade simples e que as dificuldades podem ser superadas com um pouco de esforço e força de vontade, nunca se esqueceu como é bom viver cada momento da vida como se fosse o último, como é bom aproveitar tudo e não ser o dono da verdade. Ele descobriu que a inocência nos olhos das crianças é o bem mais precioso do universo e que um abraço vale mais que um pote de ouro, descobriu que o conhecimento é infinito, mas a vida tem um fim.

Há perguntas sem resposta que irão ser respondidas, há dificuldades a serem superadas, há barreiras a serem quebradas e mentiras a serem desmentidas e enquanto esses desafios persistirem haverão homens e mulheres para buscar e lutar pelas soluções e haverão crianças que saberão as respostas, pois inocência é apenas sabedoria disfarçada e as respostas são encontradas nas pequenas coisas.

"Mas pra quem tem pensamento forte, o impossível é só questão de opinião" (Charlie Brown JR.)



2 comentários:

  1. Uiia!
    Filosofou! *-*
    Dolei! <3
    Mas de uma coisa eu protesto: por mais que saibamos que a vida seja simples do seu jeito complicado, é dificil superar/solucionar as coisas quando vc está sob pressão, desespero ou depressão.

    ResponderExcluir
  2. Estou vivendo uma fase da minha vida complicada mais fe em Deus vai dar tudo certo.

    ResponderExcluir